sábado, 21 de maio de 2011

Dor, verso e poesia.



Em seus gritos abafados,
seu toque estava disfarçado.
Disfarçadamente coberto de realidade, eu diria
pois um desses teus lamentos abafados, ou desabafos,
como você ,simplesmente,chamaria,
veio sussurrar-me aos ouvidos
que tudo não passa
de dor
verso
E
Poesia.

Um comentário:

carlos disse...

parabens Poeta ! maravilhoso e me comove